Custo da Fonte Nova para Copa aumenta 41%, diz Portal da Transparência

Em meio ao andamento da construção da Arena Fonte Nova, o projeto do novo estádio tem sido alvo de diversas polêmicas em torno do custo final da obra. Segundo informações divulgadas no Portal da Transparência, site oficial da Controladoria Geral da União (CGU), o orçamento final é da obra será de R$ 835 milhões.

A soma inclui os custos com o projeto básico, executivo e com as obras. O valor apresenta uma diferença de 41% em relação ao orçamento divulgado anteriormente, de R$ 591 milhões. Com isso, seria o terceiro estádio mais caro da Copa em termos relativos (atrás do Maracanã e do Itaquerão, que beiram R$ 1 bilhão), e o mais caro no custo por assento (R$ 16,7 mil).

Em nota, a Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre) da Bahia, responsável pelo contrato de Parceria Público-Privada (PPP) para construção e operação do estádio, e a Fonte Nova Negócios e Participações (FNP), concessionária responsável pela totalidade do investimento nas obras de demolição e construção do novo estádio, afirmam que não houve alteração no orçamento e asseguram que o total a ser investido no projeto continua o mesmo contratado em janeiro de 2010.

TCE de olho
Segundo o Tribunal de Contas da Bahia (TCE-BA), não houve comunicado oficial do governo sobre o aumento do custo do projeto. Recentemente, o conselheiro Pedro Lino levantou suspeitas em relação aos valores divulgados pelo governo.

Diante disso, o órgão contratou uma equipe técnica da Universidade Federal da Bahia para auditar a obra e solicitou a apresentação dos projetos básicos e executivo. O governo alega que, por se tratar de uma PPP, a apresentação dos documentos não é necessária.

Mesmo sem receber os documentos, para evitar atrasos no cronograma, os conselheiros aprovaram, em 18 de maio a liberação de 20% do financiamento pelo do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Na próxima segunda-feira (13), o banco deve se posicionar em relação ao restante do empréstimo.

Nos próximos cinco dias a Setre divulgará o resultado da licitação para escolha da empresa que vai auditar a execução fisica e financeira do empreendimento. A exigência é outro requisito do BNDES para liberação das verbas. Até então as obras vem sendo tocadas sem este tipo de controle.

Fonte: Portal 2014

Anúncios

1 comentário

Arquivado em notícias Salvador

Uma resposta para “Custo da Fonte Nova para Copa aumenta 41%, diz Portal da Transparência

  1. Anônimo

    adianta essa obra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s