Barrada construção da Via Atlântica

Em votação, nesta quinta-feira (19), no Conselho Municipal de Meio Ambiente (Comam), representantes da sociedade civil conseguiram barrar, por sete votos a quatro, o andamento do processo de aprovação do termo de referência para viabilizar estudos de impacto da Via Atlântica. Esta é a segunda vez que a prefeitura de Salvador é derrotada na tentativa de implantação da avenida que, em tese, passaria pelas áreas dos parques do Vale Encantado e Pituaçu; um dos projetos apresentados pelo prefeito João Henrique em 2008 para a Copa do Mundo. O Município defende a construção da via para desengarrafar o trânsito da orla e Paralela mas, ao analisar o único documento enviado pela administração soteropolitana ao Comam, o relator do processo, Jorge Glauco Nascimento, julgou que havia inconsistências e incongruências com outras informações. “O texto do PDDU é um, mas o texto que a prefeitura divulga no site da Secretaria de Desenvolvimento Urbano, Habitação e Meio Ambiente é outro”, explica. O projeto divulgado pela Sedham prevê o traçado da Via Atlântica passando pelo Parque do Vale Encantado, considerado no PDDU área de preservação permanente. Em 2007, o Legislativo municipal já havia barrado a construção da avenida, à época chamada de Via Leste-Oeste, em emenda proposta pelo vereador Sandoval Guimarães (PMDB). Informações do A Tarde.

Fonte: Bahia Notícias

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em notícias Salvador

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s